O governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou na manhã desta quarta-feira (16) que as primeiras cidades baianas a receber doses da vacina russa Sputnik V devem estar próximas de Salvador.

“Devemos pegar cidades sem muita distância de Salvador para fazer o monitoramento. A Anvisa pediu que centros de pesquisas acompanhem. Cidades em torno de 50 mil habitantes, vamos definir hoje com a Sesab (secretaria de Saúde do Estado)”, disse Rui em entrevista ao Jornal da Manhã.

O gestor também confirmou que a ideia é levar a primeira remessa de doses para cinco municípios e vacinar toda a população entre 18 e 60 anos nesses locais, e observar os resultados da vacinação em massa.

Nesta terça-feira (15), o governador participou de uma reunião com representantes do Fundo Soberano Russo e outros governadores do Nordeste. O Fundo informou que o envio das primeiras doses será feito no início de julho.

De acordo com a Anvisa, cada estado vai receber o suficiente para a imunização em duas doses de 1% da população. Os estados vão poder aplicar nas seguintes quantidades: Bahia 300 mil, Maranhão 141 mil, Sergipe 46 mil, Ceará 183 mil, Pernambuco 192 mil e Piauí 66 mil doses.

A restrição teria motivação de controlar e analisar os efeitos.

NOVOS ESTADOS
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, no final desta terça-feira (15), a importação exepcional da Sputnik V por mais sete estados. São eles: Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Rondônia, Pará, Amapá, Paraíba e Goiás.

Por: Wender Lima

Da redação do blog Tribuna de Palmira

0 comentáriosFechar comentários

Deixe um comentário