O plenário do Supremo Tribunal Federal deu nesta quinta-feira ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a sua mais importante vitória numa batalha de anos contra a Lava Jato. Com aval da maioria do plenário do STF, Lula poderá dizer que o ex-juiz Sergio Moro o julgou de forma ilegal e parcial.Em sessão com debate acirrado, Cármen Lúcia deu pouco antes das 18h30 o voto que confirmou a vitória de Lula. Ela formou maioria de seis votos para confirmar a decisão da 2ª Turma do tribunal de suspeição de Moro nos casos do ex-presidente. A sessão foi encerrada com um placar de 7 a 2 pela manutenção da suspeição quando Gilmar Mendes e Roberto Barroso começaram a discutir, falando um em cima do outro. Faltaram os votos do presidente da corte, Luiz Fux, e do decano, Marco Aurélio Mello. Fux prometeu retomar o julgamento na próxima quarta-feira.

Por: Wender Lima

Da redação do blog Tribuna de Palmira

0 comentáriosFechar comentários

Deixe um comentário