O líder do governo no Legislativo Municipal, vereador Júnior Andrade PSD, cometeu uma verdadeira patinada ao afirmar em alto e bom som na sessão ordinária desta terça-feira 28, que a falta de medicamentos na farmácia básica do município é algo normal. Uma demonstração de apedeutismo, ou seja falta de conhecimento tanto da função de líder de bancada como também da lei da farmácia básica, que tem por finalidade a distribuição de remédios básicos, remédios especializados e remédios estratégicos. A Assistência Farmacêutica é a área do Sistema Único de Saúde – SUS responsável por garantir à população o acesso a medicamentos considerados essenciais e promover o uso racional dos mesmos. Portanto não é razoável afirmar que a falta de medicamentos na farmácia básica é algo normal. O que pensaria um hipertenso ou um diabético que não tem condições de comprar esses medicamentos e que dependem única e exclusivamente da farmácia básica do município? Talvez o senhor tenha sido infeliz em sua fala. Reconhecer o erro é gesto de grandesa e humildade e acredito que o parlamentar é detentor de qualidades tão nobres. Já o prefeito Djalma Orrico não sei o que pensa sobre a liderança do seu governo no Legislativo Municipal.

Por: Wender Lima

Da redação do blog Tribuna de

0 comentáriosFechar comentários

Deixe um comentário