Apartir deste domingo dia 27 começará de forma oficial a campanha eleitoral. Carreatas, corpo a corpo e exploração das imagens dos candidatos nas mídias sociais irão ditar o ritmo de uma eleição atípica em função da pandemia do covid-19. É uma eleição que será cirúrgica, e que não permitirá erros. Quem tiver a melhor estratégia sairá consagrado das soberanas urnas no pleito de 2020.

Os candidatos estarão autorizados a pedir votos e divulgar propostas nas ruas e na internet. Quem tem propostas e projetos para apresentar aos seus munícipes deve aproveitar os 45 dias de campanha. Na contramão irão se apresentar figurões rejeitados e autores de projetos fracassados oferecendo material de construção, dinheiro em espécie e vendendo até mesmo a alma para o diabo para se manter no poder. Compete a você eleitor, verdadeiros patrões dos agentes públicos não se permitir a compactuar com essa prática criminosa e exercer sua soberania que consta no inciso l, ll, e lll do artigo 14 da Constituição Federal. A Soberania deverá ser exercida pelo sufrágio universal através do voto pelo processo Democrático de Direito.

Por: Wender Lima.

Da redação do blog Tribuna de Palmira.

.

0 comentáriosFechar comentários

Deixe um comentário